22 de agosto de 2009

não é o que parece

Não é um elefante. Não vou contar que bicho é esse, porque é surpresa. Não vou dizer se é prum livro novo. Esses desenhos não estão virando pinturas nos ultimos dias, eles não têm me dado nenhum trabalho. E nesse momento as paredes de escritorio não estão cheias deles, olhando prá mim. E esse papel do fundo, de maneira nenhuma se trata do saco em que o restaurante entregou o almoço ontem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários